Prêmio de Fotografia em Manchester

A série fotográfica "Varais" ganhou o terceiro lugar na competição Migration in Times of a Pandemic in Latin America and the Caribbean (Migração em tempos de pandemia na América Latina e no Caribe), promovida pelo Instituto de Desenvolvimento Global da Universidade de Manchester.


As fotos foram tiradas durante trabalho de campo através do projeto ReGHID e divulgadas orgulhosamente no twitter do projeto. Veja mais no site do projeto, clicando aqui.


Em depoimento sobre a série fotográfica vencedora, Bruna diz: Aproximar-se das atividades cotidianas dos migrantes, seja dentro ou fora de um abrigo, é uma experiência valiosa e engrandecedora.

Frequentemente o conhecimento acerca dessa realidade chega através dos números relatados nos noticiários e das fotografias de retratos dessaturados que imprimem ao observador sensações como carência e escassez, limitando a identificação pessoal e distanciando realidades.

A escolha das fotos que compõem a série “Varais” é pautada na busca pelas semelhanças. O que há em comum no dia-a-dia, nas tarefas, no cuidado, no asseio, no trivial.

Identificar o que nos conecta em essência traz a consciência de que todos nós estamos sujeitos à situações de vulnerabilidade, somos convidados a nos enxergar à deriva da aleatoriedade.

Este "reconhecer-se no outro" é explorado nas imagens que não revelam rostos e não destacam olhares. Tal escolha na composição busca evitar o condicionamento de reações no observador ao contemplar a fotografia, e deixa livre a imaginação para servir sua própria narrativa sobre aquelas pessoas naquele momento.

As cores vibrantes resgatam a memória de uma marcante revelação durante o contato com os migrantes: sua abundância. Existe uma grande e surpreendente dose de alegria, esperança, coragem e resiliência em cada gesto testemunhado.


Para a artista esses registros trazem a oportunidade de exercitar o olhar decolonial, valorizar a pluralidade e brindar a alteridade.